DICAS

- DICAS - 
 

Vantagens alimentares e nutricionais no consumo de queijo fresco e requeijão.

A conceituada nutricionista, Dra. Jacqueline Fernandes, explica pormenorizadamente as principais vantagens do consumo de queijo fresco e requeijão. Alimentos essenciais em qualquer dieta equilibrada. O queijo fresco e requeijão são produtos naturalmente frescos, diferem apenas no modo de fabrico.

O queijo fresco é resultante da separação parcial do soro do leite, coagulados pela acção física do coalho. A primeira etapa do seu processo tecnológico é a coagulação, lenta e depois rápida, do leite após o tratamento com enzimas coagulantes (quimosina, pepsina, ou proteinases microbianas). A coagulação resulta de dois processos:

O ataque da k-caseina, responsável pela estabilização das micelas de caseína;

A agregação das micelas desestabilizadas;

Um terceiro processo envolve as modificações das propriedades e da estrutura do coagulo após a sua formação conferindo assim a forma típica dos queijos frescos.

Por sua vez o requeijão é produzido através do soro obtido após o fabrico de outros queijos e devido à sua riqueza nutricional em proteínas e sais minerais é constituído, bem como o queijo fresco num alimento nutritivo e equilibrado.

Sendo o fabrico muito natural, rápido e utilizando o leite e o soro deste como matéria-prima, estes alimentos sustentam-se como bastante versáteis e uteis numa alimentação rica. Diversificada e saudável devido a vários conceitos:

- 1º CONCEITO -

Elevada densidade nutricional. Riqueza nutricional em cálcio, fosforo, vitaminas do complexo B e vitamina A, associada a reduzida gordura total e sal devido ao pouco tempo de maturação;

- 2º CONCEITO -

Com a reduzida gordura e mesmo sendo de origem animal o seu contributo para o aporte diário em gordura na alimentação humana não é significativo e por conseguinte inofensivo para a saúde cardiovascular, podendo variar mais ou menos o teor de gordura devido a origem do leite: vaca, ovelha, cabra ou mistura de vários. Sendo, portanto um aliado perfeito nos planos alimentares de perca de peso e para os diabéticos;

- 3º CONCEITO -

 

Segurança alimentar: sendo queijos pasteurizados e industrialmente controlados conferem confiança e segurança aos consumidores sobretudo aqueles incluídos nos grupos YOPI (Young, older, pregnant, immunity) nomeadamente as gravidas, devido a ausência da bactéria patogénica listeria monocytogenes;

- 4º CONCEITO -

Biodisponibilidade nutricional: pois a riqueza nutricional é devido ao leite como matriz alimentar, sendo esta biodisponibilidade obtida através deste único alimento que apresenta inquestionáveis componentes nutritivos e abundantes, nomeadamente o cálcio e as proteínas de alto valor biológico, constituídas por aminoácidos essenciais, ou seja,  são essenciais que venham na nossa alimentação, pois o nosso organismo não os consegue sintetizar sendo nutrientes essenciais para a formação e manutenção dos tecidos e da nossa massa muscular; alavanca-se aqui também o conceito de fácil digestão devido ao processo tecnológico que é capaz de desdobrar a lactose do leite noutros componentes fazendo com que estes queijos sejam muito bem tolerados para quem tem dificuldade em digerir a lactose do leite.

- 5º CONCEITO -

Commodity”, conveniência e de versatilidade, também imperam na escolha do consumidor por estes tipos de alimentos lácteos. Realmente e baseada em evidências científicas, cada vez mais os consumidores estão mais informados e conscientes sobre os assuntos ligados à alimentação e à saúde. Assim, interessam-se por alimentos que reforçam os benefícios para a saúde e esperam que esses alimentos sejam convenientes, acessíveis, ricos nutricionalmente e com sabor agradável (NINESS, 1999).

O Queijo na Dieta, Equilíbrio para emagrecer, perder peso, a maior parte das vezes passa por uma escolha acertada dos alimentos. Mais que uma dieta de emagrecimento, uma dieta saudável pode ter mais vantagens na manutenção do peso ideal.

Perder peso, a maior parte das vezes passa por uma escolha acertada dos alimentos. Mais que uma dieta de emagrecimento, uma dieta saudável pode ter mais vantagens na manutenção do peso ideal.

A combinação dos alimentos certos pode-se revelar uma agradável surpresa quando chega a altura de subir para uma balança.

O queijo fresco e o requeijão devido aos seus baixos níveis de gordura são essenciais numa dieta saudável.

Uma das características únicas é conter nas suas propriedades, proteínas de absorção lenta. Por isso torna-se quase como a sua arma secreta para as refeições ao final do dia.

 

Como a saúde é essencial deixamos-lhe aqui alguns conselhos essenciais para controlar o seu peso e o colesterol.

DIETA PARA RESTRIÇÃO CALÓRICO-LIPÍDICA

PROGRAMA DE EMAGRECIMENTO E COLESTEROL

(Traduzido e adaptado - Recomendações Dietéticas da Sociedade Europeia de Aterosclerose)

Seguir a dieta para redução lipídica, com as seguintes linhas adicionais:

1. As quantidades de alguns alimentos têm de ser controladas;

2. Os alimentos ricos em açúcar, particularmente biscoitos, confeitaria e pastelaria devem ser evitados;

3. O álcool deve ser evitado;

4. O regime dietético é melhor e mais eficaz quando acompanhado de exercício físico diário.

Alimentos permitidos em quantidades controladas, em que o número de unidades é escolhido de entre os alimentos alternativos de cada grupo.

LEGUMINOSAS SECAS:

Lentilhas cozidas; Grão de Bico; Feijão; Meia chávena, 3 a 4 vezes por semana

CEREAIS, OU EQUIVALENTES:

5 unidades - Total dia: 1x fatia Pão Integral, ou de Mistura; 1x Chávena de Cereais;

½ Chávena de massa; ½ Chávena de Arroz; 1x batata pequena cozida, ou assada sem gordura;

 

PEIXE/CARNE MAGRA/FRANGO/PERÚ:

100 gr. por dia

OVOS:

2 por semana

LACTICÍNIOS:

Duas unidades por dia: 1 chávena leite magro ou 2 iogurtes magros sem açúcar; 30 gr. de queijo fresco 0% gordura; 30 gr. De requeijão 0% gordura;

ÓLEOS E GORDURAS:

Óleo de Girassol, ou Azeite:10 gr (2 a 3 colheres de chá) por dia

MARGARINA MAGRA:

5 gr por dia

FRUTA:

4 peças de fruta por dia;

Alimentos Permitidos em doses moderadas (Refeições, ou Snacks)

VEGETAIS (frescos ou congelados; crus ou cozinhados - não enlatados):

Espargos; Alcachofras; Repolho; Couve-Flor; Endívias; Cenoura; Aipo; Chicória; Agrião; Pepino; Pimenta verde; Alho francês; Alface; Cebola (cozida); Abóbora (cozida); Rabanete; Espinafres; Tomate; Nabo; Feijão Verde;

FRUTA (não enlatada):

Toranja

SOPA:

Caldos; Consomés;

 

BEBIDAS:

Café, ou chá com leite magro; Bebidas "light" sem açúcar; Água mineral;

© 2020 Montiqueijo